A previsão para os próximos dias é de tormenta no (des)governo Bolsonaro. Não significa que recairá sobre a capital federal uma tempestade violenta. Na verdade, são as revelações de bastidores do primeiro ano de (des)governo, exploradas pela jornalista Thaís Oyama em seu livro “Tormenta: O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”, que podem causar algum tremor neste início de segundo ano do capitão e seu grupo à frente do executivo nacional.
  Como parte da campanha de marketing para o lançamento da obra, programado para ser realizado no próximo dia 20/01, algumas das apurações da jornalista já estão sendo divulgadas por veículos da mídia corporativa, como a de que Carlos Bolsonaro teve participação efetiva na condução de Alexandre Ramagem à diretoria-geral da Agência Brasileira de Inteligência – ABIN e que forçou a barra para que seu primo Léo Índio fosse escolhido para um cargo de alto escalão no (des)governo, recebendo a negativa do ex-ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, que viria a ser alvo de seus costumeiros processos de fritura.


Outra informação quente (muito quente) é a de que o próprio presidente Bolsonaro teria pedido para Fabrício Queiroz não comparecesse a uma audiência no Ministério Público do Rio de Janeiro para explicar sua milionária movimentação financeira nos últimos anos. Além do livro-reportagem, os cronistas Adriano Garcia, Claudio Porto e Pedro Araujo repercutem nesta edição do JC Express as recentes “novas” do (des)governo Bolsonaro, com destaque para a falta de agenda com políticas públicas voltadas aos mais pobres do País, que dão graças às “brechas” concedidas por Bolsonaro, e a censura indireta ao filme sobre a história de Marighella.



Ajude-nos a alcançar cada vez mais inscritos na TV JC. Inscreva-se no canal, avalie os vídeos e ative o "sininho" para não perder nada.

Contribua com nossa Vakinha: http://vaka.me/469309
Assine, e apoie o projeto a partir de qualquer valor: https://apoia.se/jovenscronistas

Apoie por meio das seguintes contas bancárias:

Bradesco Ag: 99 C.C: 324035 - 5 | Adriano Garcia
Caixa Ag: 1103 Operação: 013 Conta: 20002-0 | Claudio Junior Porto Santos
Itaú Ag: 2777 C.C: 02351-2 | Claudio Junior Porto Santos
Compartilhe:

Editorial JC

Conta administrada pelos quatro jornalistas integrantes do Conselho Editorial do projeto Jovens Cronistas.

Deixe seu comentário:

0 comments so far,add yours