Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor CORINTHIANS - Bom desempenho, placar ruim

Foto: Globoesporte

Amigos e Nação Corinthiana! Estamos juntos mais uma vez, hoje para comentar mais uma edição do Dérbi, mais uma vez o Corinthians teve uma boa atuação, com vários momentos de dominância e uma postura tática adequada. Porém mais uma vez o resultado não foi condizente com esse domínio, com esse sair na frente do placar e mais um empate amargo por 1 x 1 em um confronto direto. Celebra-se o desempenho do time, mas fica uma frustração por serem quatro pontos que poderiam colocar já, o time na luta pelo título, também do Brasileirão. 


O jogo começou com o Palmeiras exercendo um domínio importante, exigindo defesaças de Cássio que salvaram o time de sair atrás no placar dentro de casa. Mas o Timão chegou na bola parada com Sornoza dando a assistência para Manoel que subiu inteiro na bola para marcar o gol. 

Depois de sair na frente o time manteve uma boa postura ofensiva, conseguindo jogadas importantes, os dois lados funcionando bem com Pedrinho e Clayson e Gabriel muito bem na proteção, o Palmeiras terminou o primeiro tempo um tanto quanto desnorteado, ainda que faltasse aquele passe final e aquela conclusão decisiva. Foi aí que o Corinthians falhou e permitiu com que o adversário crescesse na etapa final. 


Na etapa final parece que a conversa deu certo e o Palmeiras chegou ao gol logo aos dois minutos em um vacilo defensivo, na bola parada Love afastou mal a bola sobrou na esquerda com Deyverson que cruzou com a zaga desmontada para a chegada de Melo, empatando a partida.

Depois disso o jogo ficou mais equilibrado, a sensação é de que o adversário voltou mordendo mais, com isso o Corinthians passou a ter mais dificuldade em jogar dentro do campo adversário, mais próximo do gol. Ainda assim, houveram alguns momentos em que o Palmeiras esteve atrás da linha da bola, mas a marcação esteve mais encaixada que no primeiro tempo, talvez por isso as mexidas de Carille não tenham surtido um grande efeito em uma pressão.

No final, com o time aberto, foram chances lá e cá, mas o adversário levou perigo em contragolpe com a defesa totalmente aberta e não fosse Cássio, teria vencido no fim. É preciso sim ir pra cima, a ousadia é louvável, mas não pode desorganizar a defesa como desorganizou. 


Vejam, é louvar mais uma boa atuação, o time mesmo com o placar em vantagem no primeiro tempo seguiu atacando, a atitude está correta, Carille conseguiu sim arrumar o time após a parada e vai ganhando opções que podem vir a ser interessantes. Mas frustra um pouco esses gols tomados na bola parada, onde resultados que seriam importantes vitórias em confrontos diretos acabam se convertendo em empates que não mudam a situação do time na tabela. Já são quatro pontos perdidos assim, o time tem capacidade de chegar na luta pelo título e tais pontos podem fazer muita falta.

Sobre Love, é fato que a bola não chegou desta vez em condições, diferentemente do duelo ante o Wanderers, mas ele ficou muito isolado na frente, faltou movimentação, faltou dar alternativas de passe. Love é o centroavante hoje e funciona justamente por ter mais mobilidade, mas quando não exerce esta maior mobilidade, quando não dá diferentes opções de jogada e fica estático. Se é pra ficar estático, tanto Boselli que tem recurso técnico de passe, de jogadas diferentes, quanto Gustavo, são melhores opções. Isso precisa ser observado pelo treinador. 



Se inscreva em nosso canal no Youtube: TV Jovens Cronistas e acompanhe a volta de nossos programas esportivos. 


 Curta nossa página no Facebook: Jovens Cronistas!, siga-nos no Insta: @jcronistas 

Nenhum comentário