Banner 1

JC Agora

Editorial - Sobre um mundo previsível


"Queria muito, mas não posso. Tenho que dormir cedo porque amanhã tenho que trabalhar/estudar até tarde". Aposto que essa é uma das frases mais usadas nos dias atuais. E ela não é apenas uma desculpa, é uma realidade. O mundo hoje requere muita responsabilidade, e por vezes, não dá espaço pra tempo nenhum de lazer. Porém, o que antes era exclusividade dos adultos, vem se tornando presente na rotina de pessoas cada vez mais jovens. Quantos adolescentes, ou até mesmo crianças, veem seu tempo passar cada vez mais depressa em meio à escola, cursinhos, tarefas e trabalhos extraclasse e até mesmo empregos. Se tudo isso é necessário? Bem, talvez seja, se a sua ideia for ser um homem ou mulher de "sucesso". Pois bem, chegamos ao primeiro ponto. O que é ser alguém de "sucesso"? É ser alguém que acumula dinheiro? Bens? Experiências? Conhecimento? Felicidade? Eu sinto muito, mas se pra você ter um BMW ou um Audi é uma ideia de sucesso e vida estável, talvez você precise rever seus conceitos. O sociólogo polonês Zygmunt Bauman já dizia: "é difícil achar uma pessoa feliz entre os ricos". É difícil achar uma pessoa feliz entre os ricos! E aí entra o grande ponto: cada um de nós, no fundo de nossas almas, temos um próprio conceito de felicidade! Assim como no decorrer da história, os ideais de beleza foram mudando de geração para geração, a ideia de felicidade muda de cérebro para cérebro; de coração para coração! Quer um exemplo prático? O mais simples de todos: o amor! Ora, se o conceito de felicidade fosse igual para todos, logo todos procurariam por uma pessoa em comum, por um ideal. E, cá entre nós, não funcionaria nem um pouco.

Resultado de imagem para pessoa feliz pessoa triste]
O que é bom para o outro, pode ser ruim pra você. E tá tudo bem!
E aonde quero chegar com tudo isso? Sendo objetivo: o conceito de felicidade, que tanto nos ensinaram desde pequeno, simplesmente pode não se aplicar pra você! Talvez, pra sua personalidade, ganhar muito dinheiro não faça tanta diferença assim; ou então, o fato de você encontrar e viver um grande amor é apenas uma possibilidade, não uma necessidade.

A questão é que nossas crianças simplesmente não descobrirão isso, se simplesmente forem entupidas de obrigações e afazeres burocráticos. Criar a responsabilidade no ser humano é importante, assim como é igualmente importante incentivar a procura pelo hábito de ser feliz, que muitas vezes é deixado de lado.
Vamos fazer um breve exercício de imaginação? A ONU estima que, ao redor do mundo, morrem cerca de 102 pessoas por minuto. 102 vidas diferentes, com obrigações diferentes, e muitas delas, sucumbem justamente devido à transtornos causados por essas obrigações, como a depressão ou até mesmo outro problemas de saúde. Você nunca sabe quando chegará sua hora de dizer adeus a todos os seus planos. E aí, será que vale a pena gastar tanto tempo planejando, sem ter a certeza de que o futuro vai chegar?

Sejamos um pouco mais imprevisíveis no nosso dia a dia! Nós podemos nos dar ao luxo de desobedecer os padrões sociais e fazer aquilo que o nosso interior também deseja. Nos faz bem, e normalmente, faz bem ao outro também. Seja você mesmo, antes que seja tarde!

Um comentário: