Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Nico, Lomba e a classificação

Pessoal, mais um Papo de Torcedor INTER, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a classificação colorada na Copa do Brasil. Na Arena Corinthians, o Inter saiu atrás no placar, buscou o empate, em grande jogada de Nico López e nos pênaltis, contou com as defesas de Marcelo Lomba e assim avançou para as oitavas de final da Copa do Brasil.


O Inter foi a campo com vários desfalques e teve Marcelo Lomba; William, Léo Ortiz, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo, Felipe Gutiérrez (Carlos) e Roberson (Valdívia); Nico López (Diego) e Brenner. Começamos a partida no 4-3-3, com três volantes e sem nenhum meia na armação de jogadas. No segundo tempo, chegamos a jogar em um 4-2-4, pressionando o Corinthians e assim chegando ao empate.


O jogo não começou bom para o colorado, pois aos sete minutos, Fagner cobrou lateral para a área, Jô desviou pé direito, Anselmo falhou e deixou a bola passar para Maycon, que livre de marcação chutou para marcar o 1 a 0. Aos nove, Jô perdeu grande oportunidade de ampliar. Depois a torcida do Corinthians esfriou o jogo, ao acender sinalizadores e assim a partida foi interrompida.


No segundo tempo, o Inter melhorou na partida e chegou ao empate aos 26 minutos. Nico López tocou para William, que fez cruzamento para Carlos que cabeceou de peixinho, Cássio defendeu parcialmente e no rebote, Nico López chutou e Fagner acabou desviando a bola para o gol, marcando gol contra. 

Aos 42, Jô desviou de cabeça na área, e a bola sobrou para Clayton, que sem marcação, chutou forte, para fora. Aos 44, Jô perdeu outra oportunidade de gol, em grande defesa de Marcelo Lomba. Aos 48 Valdívia chutou da intermediária e Cássio fez grande defesa. Assim com o 1 a 1, mesmo resultado da partida de Porto Alegre, o jogo foi para os pênaltis.


Nas penalidades, brilhou a estrela de Marcelo Lomba. Quem abriu as cobranças foi o Inter com Brenner, que marcou o gol. Jadson empatou em 1 a 1, chutando no ângulo. Na segunda cobrança, William chutou à esquerda do gol, Maycon chutou e Marcelo Lomba defendeu. Depois Valdívia e Jô marcaram, deixando a série em 2 a 2. Cuesta chutou forte no meio do gol e Marquinhos Gabriel chutou no meio do gol e Lomba defendeu com o pé.


Léo Ortiz veio para a quinta cobrança e ao invés de cobrar com força, bateu mal a meia altura e Cássio defendeu. Fagner marcou a quinta cobrança pelo Corinthians e a serie empatou em 3 a 3. Nas alternadas, Diego chutou e marcou o 4 a 3 e Guilherme Arana chutou para fora e o Inter assim avançou as oitavas de final da Copa do Brasil

Antônio Carlos Zago técnico Corinthians x Inter Copa do Brasil Arena (Foto: Marcos Riboli / GloboEsporte.com)

Antonio Carlos Zago, achou seu modelo de time, no 4-3-1-2, que devido a não termos outro meia de qualidade no elenco na falta de D'Alessandro, acaba tornando-se um 4-3-3, sem um armador de jogadas. Pode não ser o meu modelo favorito de jogo, mas esta mostrando evolução. É bom ver que o grupo parece unido e que mesmo com muitos desfalques, conseguiu mostrar poder de reação e chegou a este importante classificação, que dá moral ao time.

No domingo, o Inter enfrenta o Caxias no jogo de volta pelas semifinais do Gauchão. O time tem a vantagem do empate ou pode até perder por um gol de diferença desde que marque gols.


Nenhum comentário