Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor PALMEIRAS - Lance Desnecessário!


Caros palestrinos, torcedores do maior campeão nacional, vamos repercutir hoje a derrota diante da Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, em jogo válido pela 12ª rodada do Campeonato Paulista de 2017. Um jogo que ganhou ares de amistoso por parte das equipes que não havia mais riscos de perderem classificação, mas a Ponte Preta queria vencer para tentar pegar a primeira posição do grupo, jogava em casa e fez valer o mando de campo. Vamos ao jogo.

Palmeiras foi a campo com Prass, Fabiano, Vitor Hugo, Dracena, Zé Roberto, Felipe Melo, Raphael Veiga, Dudu, Roger Guedes, Erik e Willian. Em resumo, Eduardo Baptista mandou uma equipe muito ofensiva para a partida em que Felipe Melo era o único responsável pela marcação, ao passo que Dudu recuaria um pouco para o meio de campo para buscar armar as jogadas ao lado do canhoto Raphael Veiga.

O jogo tinha ares de amistoso mesmo, tanto que nenhuma chance claríssima foi criada logo de cara. Palmeiras tocava bem a bola, passes rápidos, mas não penetrava para definir os lances. Por outro lado, a Ponte Preta tentava levar perigo nos contra ataques armados por Ravanelli que buscavam na maioria das vezes o artilheiro William Pottker. Destaque na primeira etapa para algumas atrapalhadas do zagueiro Vitor Hugo do Palmeiras que começou a entregar algumas bolas no setor defensivo. No entanto, nada que comprometeria o marcador. A melhor jogada veio em um bonito arremate de Raphael Veiga que bateu no travessão, mas a bola não entrou. Raphael que fez uma boa primeira etapa.

No segundo tempo, o jogo acelerou um pouco. Palmeiras tentava ser mais efetivo e obrigou o goleiro Aranha a fazer algumas saídas de gol para defender, já que eram muitas bolas lançadas para Willian, Erik e o próprio Dudu. Uma boa chance palestrina veio em lance com Dudu no lado direito do ataque, mas acabou cruzando forte demais para Willian que acabou errando e perdendo o gol. Se o Willian palmeirense errou, do outro lado, Pottker arrancou pelo lado direito ofensivo, ganhou de Ze Roberto que deu um carrinho extremamente infantil no atacante que rendeu um pênalti para a Ponte Preta. Pottker mesmo bateu e converteu.

Eduardo Baptista fez duas mexidas, sacando Veiga para colocar Egídio e recompor a lateral; e a outra foi colocar o estreante Hyoran no lugar de Dudu para tentar alguns lances de armação. O jogador ex-Chapecoense tentou várias jogadas buscando o ataque, mostrou vontade e por muito pouco não deixou o seu gol. No final do jogo, uma bela trama entre Keno, Roger Guedes que terminou nos pés de Hyoran, ele acabou finalizando forte, cruzado, mas Aranha com a ponta dos dedos evitou o que seria o gol de empate. Fim de papo!

Palmeiras não foi bem, não teve competência para fazer o gol nas poucas chances que teve. Já a Ponte Preta foi mais efetiva e contou com um lance totalmente desnecessário do lateral Zé Roberto. Pareceu um jovem de 15 anos quando na verdade é um jogador de 43. Desnecessário e inesperado um lance como esse. Mas enfim, Eduardo fez alguns testes nos jogos finais diante de Mirassol, Audax e Ponte Preta e espero que ele tenha chegado a um time consistente. Willian dá muita movimentação ao ataque, Dudu não pode ser meia armador, Erik na reserva pelo amor de Deus (nunca de titular), Roger na direita mesmo. A dor de cabeça pode ser que surja com a boa partida do Veiga, mas para quem tem Tchê Tchê como opção, acredito que o Raphael ainda fique como opção na reserva.

Enfim, uma derrota esperada, mas com um lance bisonho e desnecessário. Agora a brincadeira acabou, é rever os erros e entrar muito focado nesse mata-mata!

Nenhum comentário