Banner 1

JC Agora

Papo de Torcedor INTER - Vendo no estádio e não na TV

Pessoal, mais um Papo de Torcedor INTER, aqui no Jovens Cronistas, para repercutir a vitória colorada sobre o Fluminense, no Beira-Rio, pela Primeira Liga, pelo placar de 1 a 0, com gol do jovem volante Charles. Este foi o primeiro jogo que este cronista foi até o Beira-Rio, para avaliar o time em campo para ter as impressões sobre alguns jogadores, tem que se ir ao estádio para se ver algumas coisas, pois pela TV, como sugeriu um dirigente de um clube de Porto Alegre, não é a melhor opção.

O Inter foi a campo com Danilo Fernandes; Alemão, Paulão, Klaus e Uendel; Anselmo (Carlinhos), Rodrigo Dourado e Charles; D'Alessandro, Valdívia (Andrigo) e Roberson. O time foi no 4-3-2-1, atuando com três volantes, para evitar os contra-ataques e com D'Alessandro e Valdívia na armação de jogadas, pelas pontas e com Roberson como referência no ataque.

Aos 3 minutos, em contra-ataque, Roberson avançou pela esquerda e tocou para D'Alessandro, que chutou colocado e Júlio César defendeu. Aos 16, Danilo dominou dentro da área e foi desarmado por Osvaldo, que com o goleiro caído, chutou para fora. Aos 17, Uendel passou para Anselmo, que da intermediária, chutou para fora.


Aos 20, Dourado inverteu jogada para D'Alessandro. que dominou e aplicou o "la boba" contra Marquinho, em belo lance da partida. Aos 21, após a defesa colorada afastar, Léo pegou a sobra na entrada da área e chutou para defesa de Danilo.


Aos 24, Charles recebeu passe de Rodrigo Dourado e deu um belo passe às costas da defesa para Roberson, que chutou, Júlio César defendeu parcialmente e a bola sobrou para Charles, que dominou e chutou para marcar o 1 a 0. Aliás sobre Charles, estava curioso para ver se ele era estilo Dourado, pois pela Tva achava que ambos eram parecidos, mas pelo estádio pude perceber que ele tem melhor ações ofensivas, claro que ainda é cedo, mas a minha impressão sobre ele, me agradou.

Aos 26, Valdívia arrancou pela esquerda, entrou na área, puxou para o meio e chuta para fora. Aos 39, Léo aplicou caneta em Alemão e rolou para trás, a bola foi para Renato, que fez cruzamento e a bola voltou para Léo, que chutou fraco e Danilo defendeu. Aos 41, D'Alessandro passou para Anselmo, que limpou a marcação e chuta de fora da área, para fora. Aos 44, após escanteio, a bola sobrou para Lucas Fernandes, que chutou para fora.

No segundo tempo, aos dois minutos, D'Alessandro fez cruzamento para a área e Roberson desviou, mandando a bola na trave, no rebote, Uendel chutou e a defesa do Flu afastou. Aos 10, após cobrança de escanteio, Paulão cabeceou e Júlio César defendeu. Aos 11, Roberson foi acionado pela direita e chutou de dentro da área, para a linha lateral. 


Aos 22, Marquinhos chutou de fora da área, para fora. Aos 24, dois dos jogadores que entraram no segundo tempo, fizeram boa jogada. Carlinhos passou para Andrigo, que girou sobre a marcação e chutou para defesa de Júlio César. Aos 34, Carlinhos cobrou falta da entrada da área e mandou a bola no travessão.


Aos 39, após escanteio, Charles subiu e acabou cabeceando para trás e a bola bateu no travessão, quase saindo o gol de empate do Fluminense. Aos 43, Marquinho cobrou falta para a área, Danilo afastou de soco e a bola sobra para Patrick, que chutou marcando o gol. Mas este foi anulado pela arbitragem, devido a interferência de Nogueira, na jogada, que atrapalhou Danilo Fernandes na jogada, quando este tentou defender a bola no cruzamento.


Gostei da atuação da equipe e fiquei muito feliz de ver D'Alessandro aplicar o "La Boba", bem em minha frente no Beira-Rio. Pelo menos ontem ele já teve a parceria de Valdívia na armação de jogadas. Os três volantes, nos deram consistência e não ficamos tomando contra-ataques bobos, como o do jogo contra o Novo Hamburgo. Claro que sei que eram apenas os reservas do Fluminense, mas são exatamente neste jogos é que devemos ter boas atuações.


Espero que Zago aos poucos vá dando seus ajustes ao time. Sobre o time, gostei da partida de Alemão e espero que ele possa contribuir na temporada. Paulão que binha sendo vaiado por parte da torcida, sinceramente prefiro a ele do que a Ernando, que é um zagueiro bonzinho e isso ficou claro no segundo gol do Novo Hamburgo no sábado passado.

Os volantes, acredito que se jogarmos com três, são estes que jogaram ontem, mas confesso que gostaria de ver o time com dois volantes, Dourado e Charles, dois meias, quem sabe com Seijas e D'Alessandro e o ataque formado por Valdívia e Nico López. Sobre Roberson, confesso que não gostei do que vi, parece um atacante caranguejo, só faz jogadas para o lado, o pouco que vi não me agradou, parece que falta confiança para ele ir para a disputa com o adversário.

Gostei que o time não sofreu gols. Uendel, gostei muito da presença dele, me agradou nas ações ofensivas. Paulão é aquilo mesmo de chegar a bola nele e ele afastar e Klaus é jovem, acho que para a Serie B, deve ir bem nos jogos, tem que ter sequência de jogos.

Com o resultado, o Inter manteve os 100% de aproveitamento na Primeira Liga chegando aos seis pontos. A próxima partida pela competição será dia 21 de fevereiro diante do Criciúma, em Santa Catarina. Antes, no próximo sábado, o Inter recebe o Caxias no Beira-Rio, pela terceira rodada do Gauchão, onde o time busca sua primeira vitória.

Nenhum comentário