Banner 1

JC Agora

A bipolaridade volta ao Campeonato Espanhol


A Liga BBVA volta a ser território de dois times, depois deste final de semana. Messi decisivo. Bale voltando à normalidade. Miranda decepcionando. Estes são alguns dos destaques da 27ª Rodada do Campeonato Espanhol, que deixou o título mais próximo de Barça e Real, após terceiro deslize consecutivo do Atleti.

Eibar 0 x 2 Barcelona

O Eibar recebeu o Barcelona pela primeira vez desde sua fundação em 1940. Os 5250 torcedores que compareceram ao Estádio Municipal de Ipurua, sem contar os que estavam nos prédios ao redor, viram Messi marcar dois gols simples e, por mero detalhe, não marcar um gol tão lindo quanto aquele feito em 2007 contra o Getafe, na Copa do Rei, quando driblou meio time e o goleiro – semelhante ao gol de Maradona na Copa do Mundo de 86 também, diante da Inglaterra.

Os Armeros jogaram no 5-3-2, para evitar os espaços pelas laterais. Algo que acontece, geralmente, quando uma equipe joga com 3 atacantes como os Blaugranas.

O gol que inaugurou o placar da partida (e do estádio, pois havia um belo telão acima da meta defendida por Jaime) foi casual.

Messi recebeu na área e bateu de chapa. A bola desviou em Borja Ekiza, no chão, e acertou, involuntariamente, o braço de Lillo. O juiz marcou pênalti, convertido pelo camisa 10, aos 28 do primeiro tempo.

Contudo, o domínio territorial da partida havia se traduzido em bola na rede.

A jogada mais empolgante do jogo foi protagonizada pelo argentino. Ele partiu da faixa central do campo, arrancando com a bola junto ao pé esquerdo. Passou por três marcadores, deu uma caneta no quarto, abriu à esquerda e receberia de Neymar para marcar, porém a zaga fez a cobertura.

Na etapa complementar, La pulga usou a cabeça, de peixinho, para encontrar o canto direito do goleiro e fazer seu 32º gol na Liga BBVA, figurando na artilharia – dois a mais que CR7, com 30.

O goleiro Bravo, para não dizer que foi mero espectador, viu o centroavante do Eibar, Piovaccari, acertar o travessão, após cruzamento da direita.

A semana mais importante do Barça no ano, até aqui, começou. Quarta-feira, o Manchester City na partida de volta da Champions League; domingo, o Real Madrid, na decisão antecipada do Campeonato Espanhol – ambos no Camp Nou.

Espanyol 0 x 0 Atlético de Madrid

O Atleti, novamente, não conseguiu ir à rede adversária, agravando mais ainda sua situação na Liga das Estrelas. A equipe não só perdeu contato com os líderes Barcelona e Real Madrid, como foi ultrapassada pelo Valencia e figura no quarto lugar.

No 4-2-3-1, o Espanyol é dependente de seu artilheiro e capitão García. Por isso, Moyá quase não foi exigido nos 90 minutos. O Atleti, no 4-2-3-1, conseguiu criar jogadas, principalmente quando os meias se aproximavam.

O jogo era equilibrado até os 46 minutos da primeira etapa, quando Miranda, em atitude infeliz, dividiu a bola com García, erguendo o cotovelo à altura do rosto do adversário.

O juiz deu cartão vermelho direto para o brasileiro.

Neste momento, Diego Simeone abdicou de Fernando Torres para recompor a defesa com Gimenez. 

O goleiro Kiko Casilla foi o nome da partida, por defender as investidas ofensivas do Atlético. Uma delas, à queima-roupa, em chute cruzado de Raúl García.

O Cornellà El Prat, porém viu o terceiro empate seguido do Atleti, que parece estar entregue com relação ao bicampeonato.

Em contra-partida, os colchoneros estão com bastante gana para despachar o Bayer Leverkusen na Champions League - tendo que tirar um gol de diferença. Para isso, vai precisar da disposição tática do início da temporada, da tranquilidade de seus atacantes para marcar e do Vicente Calderón lotado, o mais fácil dos fatores, para seguir com o sonho de ganhar a orelhuda.

Real Madrid 2 x 0 Levante

O Real Madrid voltou ao Santiago Bernabéu com o moral abalado, após apresentação abaixo da média diante do Schalke 04 – seria trágica se a classificação não se confirmasse. Contudo o Levante foi o adversário dos sonhos para o time merengue, que não vencia há três partidas.

O 4-3-3 de Ancelotti, devido à instabilidade da equipe, contou com mudanças. Na meta, Keylor Navas foi titular, pois Casillas recebeu inúmeras críticas, por falhar na Champions. No meio-campo, Modric esteve ao lado de Lucas Silva e Isco, para melhorar a criação madridista e tornar, assim, o jogo fácil. 

O Levante fechou-se com duas linhas de quatro jogadores. Mas tinha limitações tanto na transição meio-ataque, quanto no setor ofensivo – tendo em vista que Uche e Barral sequer dominavam os passes. Toda a dificuldade atrelava-se ao fato dos valencianos não vencerem, desde setembro, longe do Ciutat de Valencia. 

Coube a Gareth Bale, também criticado pelo seu instinto “fominha”, isto é, por confiar muito em si próprio, definir a partida em dois lances na primeira etapa. 

O primeiro, aos 18, depois de corte parcial da defesa, chutando com o pé direito. As mãos nos ouvidos podem ter sido uma resposta àqueles que o criticaram.

Aos 40, o galês fez o segundo, desviando chute cruzado de Cristiano Ronaldo. 

Hoje, especificamente, o time merengue não ofereceu tanto espaço no meio-campo para o time adversário. Embora não se possa ter o Levante como parâmetro.

Com os 2 a 0, os madridistas diminuíram o ritmo na segunda parte. Um lance que valeria o ingresso, porém, saiu aos 19 minutos. Ronaldo cruzou, Benzema desviou de chaleira e acertou o poste de Mariño.

A vitória amenizou um sentimento de crise, explorado pela imprensa espanhola durante a semana. Claramente, o divisor de águas será o resultado da próxima semana, pois a vantagem do Barça permanece em um ponto.


Destaques: Fortaleza. O Sevilla venceu o Elche, por 3 a 0, com dois gols de Bacca e um de Gameiro. Porém, o destaque fica por conta dos sevillistas não perderem há mais de um ano no Ramón Sanchez Pizjuán (o último revés aconteceu em 9 de fevereiro de 2014, quando o Barcelona ganhou do Sevilla por 4 a 1). 

Terceira vez que Miranda recebe cartão vermelho pelo Atlético de Madrid. Não é de hoje que a vaga do brasileiro na defesa colchonera está sendo questionada - para a entrada do uruguaio Gimenez.

Resultados da 27ª Rodada
Valencia 4 x 0 La Coruña (Sexta-feira)

Espanyol 0 x 0 Atlético de Madrid (Sábado)
Eibar 0 x 2 Barcelona
Rayo Vallecano 3 x 1 Granada
Celta de Vigo 1 x 2 Athletic Bilbao

Almería 0 x 0 Villarreal (Domingo)
Málaga 2 x 0 Córdoba
Sevilla 3 x 0 Elche
Real Madrid 2 x 0 Levante

Getafe x Real Sociedad (Segunda-feira, às 16h45)




*Imagens: Mundodeportivo.com e LigaBBVA.com

Nenhum comentário