Banner 1

JC Agora

Série A Itália - Análise da 18º Rodada.


Amigos, aqui para mais uma vez comentar a rodada do Calcio, que teve neste fim de semana como destaques o clássico da capital, que terminou em empate. e o duelo entre Napoli e Juve reeditando a fantástica decisão da Supercoppa. Vamos aos jogos.

Torino 1 x 1 Milan

O Milan não consegue engrenar no Calcio e mais uma vez saiu com um resultado até certo ponto negativo, encarando fora de casa o Torino. O presságio inicial da partida até que foi favorável para os Rossoneros, logo no início do jogo o capitão adversário Glik cometeu pênalti sobre Menéz (que tem sido o nome do time na competição) onde ele mesmo bateu e converteu para o Milan, porém o Milan não conseguiu impôr o ritmo do jogo, pelo contrário, á partir de então foi o time da casa que ditou as ações e passou a comandar a partida, na busca pelo resultado, sempre com boas intervenções de Diego Lopez.

No finalzinho da etapa inicial, o Milan perdeu o lateral De Sciglio após receber o segundo amarelo, e á partir da etapa final, o Milan até tentou ficar mais com a bola, sem sucesso, o Torino seguia criando e encurralando. Logo após a substituição defensiva com a saída de Menéz para a entrada de Alex, veio o empate, o zagueiro e capitão se redimiu e em levantamento testou para o fundo da rede. Sem válvula de escape, a equipe ainda se viu atacada nos minutos finais, mas conseguiu sustentar o empate, resultado ruim para ambos.

Uma observação importante a se fazer é a não-utilização de El Shaarawy e a utilização de Niang na equipe, Inzaghi treina o time diariamente, deve saber o que está fazendo, mas na minha concepção o Faraó ainda está á frente de Niang na luta por vaga na equipe, além evidente de Cerci ter condição de lutar por vaga na equipe exatamente nessa função de transição no ataque.

Internazionale 3 x 1 Genoa

Na estréia de Podolski como titular, a Inter conseguiu uma importante vitória diante do Genoa em casa, com amplo domínio das ações da partida.

A equipe construiu a vitória na etapa inicial, com gols de Palácio e Icardi, á partir dai a equipe manteve a posse de bola e o maior controle da partida, com Hernanes e Podolski fazendo a transição. Perto do fim do jogo, o Genoa conseguiu diminuir com o zagueiro Izzo, mas em seguida Vidic apareceu no ataque para matar o jogo. 

Vale destacar um atleta que não jogou, mas que chega ara elevar a qualidade na transição meio-ataque da equipe, o que justamente tem sido o problema, Shaqiri é um jogador de muita qualidade, e numa formação mais ousada pode ganhar vaga na equipe e dar um ganho grande em qualidade para a Inter.

Roma 2 x 2 Lazio

O clássico da capital foi um jogaço, digno de sua atmosfera sempre efervescente. Em jogo de tempos distintos, a Lazio abriu dois gols de frente na etapa inicial, com Mauri e Felipe Anderson, que mais uma vez foi o destaque da Lazio, dando assistência para Mauri abrir o placar e marcando o seu na sequência. 

Porém, na etapa final a Roma se acertou na partida, com as entradas de Strootmann e Ljakic, e o faro de gol de Totti, que completou para a rede dois cruzamentos de Holebas para empatar a partida, a Lazio ainda teve chance de vencer no fim, mas Klose que entrou na etapa final parou nas mãos de De Sanctis, com o resultado a Roma novamente fica mais dois pontos distante da Juve, enquanto para a Lazio o resultado tem gosto amargo por conta da frente que abriu, mas em matéria de pontuação e na atual conjuntura, é um bom resultado na briga pela vaga na Champions League. 

Napoli 1 x 3 Juventus

Um jogo com muitos ingredientes, o principal deles, a revanche após o jogaço na Supercoppa, que sagrou o Napoli como campeão nos pênaltis, mas dessa vez, no San Paolo, não deu para o time da casa, prevaleceu a melhor qualidade da Juve.

A Juve tinha o controle das ações da partida na etapa inicial, mas o Napoli também teve chances de abrir o placar, mas foi Pogba, quem mandou a bola pra rede em belo gol, aos 28 minutos, pegando de primeira da entrada da área uma bela finalização, ainda na etapa inicial, Tevez quase matou a partida, não fosse boa intervenção do goleiro Rafael.

Assim como na recente final, atrás do placar o Napoli se viu obrigado á partir pra cima e teve mais volume de jogo, com a Juventus levando perigo nas descidas para o contra-ataque. O maior volume de jogo surtiu efeito, já com Mertens em campo, foi dele a jogada que gerou o escanteio, por ele mesmo cobrado, que achou Britos (quem diria) na área para empatar a partida. Porém, em impedimento (apesar do lance ser muito difícil) Cáceres completou passe de Pirlo em falta lateral para recolocar a Juve na frente do placar. Quando novamente o Napoli pressionava, perto do fim Zapata última tentativa de Rafa Benitez de modificar o resultado negativo,tentou cavar pênalti sem sucesso, desperdiçando a chance do empate, e no lance seguinte, um contra-ataque mortal concluído com maestria por Vidal, que matou o jogo e garante por mais uma rodada a frente de três pontos da Vecchia Signora ante a Roma.

Demais Resultados

Sassuolo 1 x 1 Udinese
Hellas Verona 3 x 1 Parma
Fiorentina 4 x 3 Palermo
Cagliari 2 x 1 Cesena
Atalanta 1 x 1 Chievo Verona
Sampdoria 1 x 0 Empoli.

Classificação

















Curta nossa Página: Jovens Cronistas! (Clique)


Imagens: Reuters, AFP. Reprodução Facebook (Série A Tim) 




Nenhum comentário